Páginas

Separações




Fazer as separações é fácil –

Não há necessidade da adição de equipamentos ou plug-ins! Você pode se beneficiar com a criação de 2 a 8 separações. Abaixo está um exemplo de 4 separações.


Comece por criar uma pasta em seu disco rígido e rotulá-la com o nome da canção que você está trabalhando
[Sua Música].

1) Basta gravar sua mix em 24 bit stereo. Nomeie o arquivo Mix.aif (ou. Wav, SDII, etc) e coloque-o em [Sua Música].
Então, sem alterar qualquer nível, qualquer plug-in ou qualquer outra coisa --

2) Mute (ou desative), todas as faixas exceto a bateria e grave-a em um novo arquivo 24 bits estéreo (com todos os efeitos relacionados como Reverb/Compressão). Nomeie o arquivo [Sua Música] Drums.aif (ou wav, SDII, etc) e coloque-o na mesma pasta.

3) Mute (ou desative), todas as faixas exceto o baixo de sua mix (em 24 bits estéreo com todos os efeitos relacionados ao baixo). Nomeie o arquivo [Sua Música] Bass.aif (ou wav, SDII, etc) e coloque-o na mesma pasta.

4) Mute (ou desative), todas as faixas exceto os instrumentos restantes com todos os efeitos associados. Nomeie o arquivo [Sua Música] Instr.aif (ou wav, SDII, etc) e coloque-o na mesma pasta.

5) Mute todas as pistas, exceto o vocal. Nomeie o arquivo [Sua Música] Vocals.aif (ou wav, SDII, etc) e coloque-o na mesma pasta.

Você tem agora cinco arquivos gravados, incluindo as quatro separações em [Sua Música].

Importante! Tenha certeza de deixar a automação em ON para cada Separação de modo que cada movimento que exista na sua mix estéreo seja repetida nas Separações.

A técnica da separação

A técnica nos permite reconstruir sua mix usando as separações - para reforçar elementos distintos - sem comprometer outros elementos dentro da mix!

É muito mais preciso do que aplicar o tradicional programa de equalizadores e compressores.

Separações fazem o que os compressores multibanda SONHAM em fazer!

Volte a mesa de mixagem e coloque os arquivos lado a lado, sincronizados e começe com a sua mixagem original.
Vá abrindo os outros arquivos, um a um e veja como eles começam a ganhar um novo peso.
Todos os instrumentos parecem ganhar um novo corpo e o vocal parece dar um salto.

Separações dão a você a flexibilidade de abrir o som e melhorar a dimensão e os transientes. Cada camada parece ter mais articulação e musicalidade do que o formato padrão estéreo.

Cabe a você experimentar (e muito....) e sentir o quanto sua mix vai ganhar.

Boas experimentações

Rafael Contatori
Sound Designer and Pro Tools specialist

5 comentários:

Seu Fábio disse...

mas isso não gera redundância?
Ou seja não seria o mesmo q eu duplicar um canal e faze-lo tocar junto?
não dá cancelamento de fase?
obrigado pela atenção.

Luiz disse...

Não entendi direito qual a motivação pra essa técnica, mas deduzi o seguinte: Ela se aplica em situações em que o uso de um compressor ou equalizador, por exemplo, melhora determinado trecho da música mas estraga outros... È isso ?

Rafael Contatori disse...

A separação é uma técnica muito usada em Masterização para dar mais clareza e profundidade na sua mixagem. Você consegue inclusive acertar alguns eventuais defeitos em seus níveis de mixagem. Por exemplo, vc pode ter mixado o vocal muito baixo, ou muito alto. Com essa técnica vc consegue corrigir isso facilmente.
um abraço
Rafael Contatori

Anônimo disse...

Muito bom os teus artigos.Vc é engenheiro de audio?Como faço para sincronizar esses sons em termo de tempo, para avoza entrar na hora certa, para o contra-baixo estar de acordo com a batida.Desculpe a minha ignorância.Estou há dois meses pesquisando algumas coisas do zero.Mas entendo alguma coisinha, pois sou DJ.Obrigado, mais uma vez.
boriscat2@bol.com.br

Blog do Deco disse...

Parabéns pelo trampo ae galera...
se quiserem conhecer meu blog dou dicas para bandas novas ou independentes de como gravar em casa, como tocar na rádio, falo da minha banda YO"MANA"HO reggae e poesia, como divulgar sua banda etc...
acessem : www.blogdodeco2009.blogspot.com
aquele abrassss
e apareeeeeçam, e comentem,

paz...